FMZ A Rádio
da Família

MP acusa Braz de improbidade administrativa

Quatro ações contra o prefeito de Venda Nova do Imigrante, Braz Delpupo (PPS), por atos de improbidade administrativa, foram protocoladas na comarca da cidade nesta semana. Entre outras denúncias, Braz é acusado de uso indevido de dinheiro público na compra de uma cadeira massageadora.

O caso foi notícia nos principais jornais de circulação estadual. Ontem à noite, um site já colocava o assunto à tona. Segundo uma das publicações, se as denúncias forem acatadas pela Justiça, o prefeito poderá perder o cargo, além de ter seus direitos políticos suspensos e ter de restituir o suposto prejuízo causado ao erário.

Ainda de acordo com o jornal, consta nas ações previsão de pena de pagamento de multa civil, proibição de contratar com o poder público, receber benefícios ou incentivos fiscais.

Entre as ações protocoladas há uma especificamente sobre a compra de uma cadeira massageadora, avaliada em R$ 6.360,00. Na época, Braz disse que adquiriu a cadeira, que fica em seu gabinete, porque sofre de problemas na coluna. O objeto é igual às que foram compradas no início do ano pela presidência da Câmara da Serra. Só que naquele município, as cadeiras custaram R$ 3,7 mil cada.

A promotora de Venda Nova, Adriana Dias Paes Ristori, informou que as outras três ações são fruto de investigação do Tribunal de Contas do Espírito Santo, cujos relatórios mostram atos supostamente irregulares praticados pelo prefeito, que está em seu terceiro mandato. As ações serão julgadas pelo juiz Valeriano Cesário Bolzan, da comarca de Venda Nova.

A reportagem da Rádio FMZ falou com Braz Delpupo por telefone hoje pela manhã. O prefeito disse que ainda não foi notificado pela Justiça e que se pronunciará em breve sobre as quatro ações apresentadas contra ele.

* Publicada em 24/10/2006

Confira mais Notícias

Política

Situação eleitoral está irregular? Veja como resolver e participar das Eleições 2024

Política

Prefeitura de Venda Nova pede que Câmara Municipal desocupe espaço cedido em 60 dias

Finanças

Tribunal de Contas aprova sem ressalvas as contas de 2022 da Prefeitura de Venda Nova

Política

Vereadora suplente Lucielza do Nascimento Chieza toma posse na Câmara de Venda Nova

Política

Câmara aprova reajuste de R$ 100 no auxílio-alimentação de servidores de Venda Nova

Vereador Erivelto Uliana é o novo presidente da Câmara de Venda Nova do Imigrante

Vice-líder do Governo na Câmara defendeu aprovação de R$ 27,9 bilhões para aumentar auxílios sociais

Veja os números do 2º turno das eleições em Venda Nova do Imigrante