FMZ A RÁDIO DA FAMÍLIA

Home Notícias Chuvas no Espírito Santo

Chuvas no Espírito Santo

17.04.2018


Depois da chuva: leptospirose é doença grave e transmitida por água contaminada de enchentes

Neste ano, até  o momento, o Espírito Santo registrou dez casos da doença. Já em 2017 foram 61 casos, dentre os quais, três óbitos

 

 

 

Leptospirose é uma doença grave, transmitida pela urina do rato, e que se contrai geralmente pelo contato com águas de enchentes. Neste ano, até  o momento, o Espírito Santo registrou dez casos da doença. Já em 2017 foram 61 casos, dentre os quais, três óbitos. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) alerta que a população deve ficar atenta e procurar atendimento médico se sintomas como febre; dor muscular, principalmente nas panturrilhas; dor de cabeça; amarelão nos olhos e um quadro de conjuntivite sem secreção surgirem no período de 7 a 14 dias após o contato com água de chuva. 



Segundo o médico Adenilton Pedro Cruzeiro, referência técnica do Núcleo de Vigilância Epidemiológica da Sesa, na maioria das situações a leptospirose tem cura e as pessoas se recuperam em poucas semanas, mas em torno de 10% dos casos a doença pode evoluir para quadros graves, deixar sequelas ou levar à morte. 



Normalmente, a doença deixa a pessoa de cama e incapacitada de desenvolver suas atividades normais, como trabalhar e estudar. O tratamento é feito com bastante hidratação, antibiótico e analgésico. No geral, é feito em nível ambulatorial, mas com observação estreita.


Já nos casos mais graves, de acordo com.o médico, a doença exige internação, pois provoca uma inflamação generalizada dos vasos sanguíneos chamada de vasculite, atingindo diferentes órgãos ao mesmo tempo, entre eles o fígado, o sistema nervoso central, o rim e o pulmão, e podendo causar hemorragia pulmonar e insuficiência renal, sendo necessário fazer hemodiálise.



Cuidados



Cruzeiro ressalta que muitas vezes não há como evitar o contato com a água de enchente, mas recomenda que, se for possível, antes de entrar na água a pessoa coloque botas nos pés ou use alguma outra forma de se proteger. Isso porque, em enchentes, a água entra nos bueiros, onde inevitavelmente tem urina de rato, e essa água volta para a rua contaminada.



Em caso de contato com a água da chuva, a orientação é lavar a pele com água e sabão e se observar durante as duas semanas seguintes.

 

 

Fonte: asscom/Sesa

 

 

 

 

 

Comentários Facebook


 

 


Facebook


Twitter


Clima

(28) 3546-3068

radiofmz@radiofmz.com.br

 

Av. Ângelo Altoé, 886 - Ed. Esmig - Sala 01 - Centro - CEP - 29375-000 - Venda Nova do Imigrante (ES)


© 2017 Rádio FMZ. Todos os direitos reservados.