FMZ A RÁDIO DA FAMÍLIA

Home Notícias Cidades

Cidades

16.05.2020


Produtividade da Comarca de Venda Nova está acima da média nacional durante pandemia

 

 

 

 

Mesmo diante das dificuldades enfrentadas devido ao distanciamento social em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a produção judiciária da Comarca de Venda Nova do Imigrante está superior à média nacional. No período de 16 março a 15 de maio deste ano, foram 1.922 atos judiciais, entre despachos, decisões e sentenças.

 

Em um levantamento por estados, realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) o Poder Judiciário de Santa Catarina apresenta o melhor resultado com a média de produtividade judiciária de 1.463,4 atos por magistrado (juiz ou desembargador), incluindo decisões de mérito, decisões monocráticas e despachos. Já o Espírito Santo ocupa a última posição do ranking com uma média de produtividade de 471,5.

 

Nestas oito semanas de distanciamento social, o Poder Judiciário de Venda Nova apresenta uma média quatro vezes maior que os números do judiciário capixaba como um todo. O juiz da Comarca do município, Valeriano Cesário Bolzan, disse que a média da produção do judiciário vendanovense é fruto de um trabalho de equipe mesmo com as limitações e cuidados exigidos no enfrentamento da pandemia.

 

Também nesse período, o cartório do Fórum publicou no Diário Oficial da Justiça mais de 1000 intimações para que os advogados possam se organizar. Mesmo com os prazos processuais suspensos, a iniciativa da equipe possibilita que a advocacia possa estudar os processos e preparar os encaminhamentos para que na volta dos prazos, as peças processuais já estejam preparadas, agilizando assim os trâmites legais.  

 

“Venda Nova é um ponto fora da curva. Nós temos uma produtividade muito boa e uma equipe comprometida. Quando vemos que os números de Venda Nova são até melhores que os números da média do melhor estado do Brasil, que é Santa Catarina, percebemos que é resultado de um trabalho coletivo. Mesmo nesse período sem audiências e sem a entrada de ações, nossa equipe está em movimento”, explica o juiz.

 

Segundo Valeriano, neste período de pandemia o Fórum está com foco nas demandas internas. “Estamos aproveitando este momento que não temos atendimento ao público, sem audiências, para colocarmos os serviços internos em dia. Estamos conseguindo ter a tranquilidade e o tempo necessários para este fim”, completou o magistrado.

 

 Valeriano ressalta a importância de uma boa gestão tanto no Poder Judiciário como nas demais esferas governamentais para gerar resultados, entregar serviços à sociedade e enfrentar crises e adversidades.  “Estamos vivendo um momento inédito, triste, mas a Justiça de Venda Nova está mostrando produtividade para colocarmos os processos em dia para que as partes não sejam prejudicadas nos seus direitos que veem buscar na Justiça”, salienta.

 

Ainda segundo o juiz, a equipe do Fórum de Venda Nova segue trabalhando internamente, com os cuidados necessários para evitar contaminação pelo novo coronavírus. Os servidores estão utilizando máscaras e mantendo o distanciamento no local de trabalho. “Tomando todas as precauções necessárias, seguimos trabalhando. A Justiça não está parada em Venda Nova do Imigrante”, finalizou Bolzan.

 

Números da Comarca de Venda Nova

 

Período: 16/03 a 15/05

 

Março: 271 despachos, 81 decisões e 90 sentenças.

 

Abril: 653 despachos, 158 decisões e 123 sentenças.

 

Maio: 418 despachos, 66 decisões e 62 sentenças.

 

Total no período:

1342 despachos, 305 decisões e 275 sentenças.

 

Total geral: 1922 atos judiciais.

 

 

 

 

 

Comentários Facebook


 

 


Facebook


Twitter


Clima

(28) 3546-3068

radiofmz@radiofmz.com.br

 

Av. Ângelo Altoé, 886 - Ed. Esmig - Sala 01 - Centro - CEP - 29375-000 - Venda Nova do Imigrante (ES)


© 2017 Rádio FMZ. Todos os direitos reservados.