FMZ A RÁDIO DA FAMÍLIA

Home Notícias Cultura

Cultura

22.06.2020


Maestro que produziu o arranjo musical do hino de Venda Nova morre no Rio de Janeiro

Dulcilano Pereira, conhecido como “Macaé”, também trabalhou na produção do hino de Ibatiba

 

 

 

O músico era conhecido e admirado no meio muscial do Brasil e do Mundo. Morreu aos 82 anos, vítima do câncer de próstata. 

 

Na última semana, a música brasileira perdeu um de seus personagens ilustres, o consagrado maestro Dulcilano Pereira, conhecido pelo nome artístico de “Macaé”, natural da cidade de mesmo nome, no Rio de Janeiro. Além de vários trabalhos no Brasil e no Mundo, o músico deixou sua marca também em Venda Nova do Imigrante, na produção do arranjo musical do hino do município.

 

 

Os trabalhos da gravação do hino de Venda Nova do Imigrante foram coordenados pelo produtor musical Luciano Cesconeto Stelzer que convidou Macaé para integrar o projeto. “Conheci o Macaé através de um amigo em comum, músico de Castelo. Quando fomos gravar o hino de Venda Nova, chamei o Macaé para fazer o arranjo. Além do arranjo, ele também regeu a banda da Polícia Militar no dia da gravação. Posteriormente, o Coral Santa Cecília gravou as vozes em estúdio”, explicou Stelzer.

 

 

A letra do hino de Venda Nova foi escrita por Benjamin Falchetto, e melodia construída por Emiliano Lorenção. Segundo Luciano, a composição do hino ficou muito boa e facilitou a construção do arranjo. Macaé possuía experiência em arranjos musicais de hinos oficiais e por isso foi convidado a participar do projeto do hino vendanovense.  

 

 

“Conduzimos todo o processo de gravação e conseguimos chegar nesse resultado, um arranjo imponente; quando começa a tocar já dá uma sensação boa, de empolgação, de alegria. Atingimos o objetivo! Ter um músico do quilate do Macaé fazendo esse trabalho em nosso hino é motivo de orgulho para nosso município”, considerou Luciano.

 

 

Macaé esteve na região outra vezes, em parcerias e projetos, dentre eles a gravação do hino do município de Ibatiba. Em Venda Nova, ele conheceu a polenta pelas mãos da senhora Alva Minete Sossai, e se tornou um apreciador desse alimento característico da cidade. Em suas visitas, o maestro também teve contato com integrantes do Coral Santa Cecília e se impressionou com o rico acervo musical do grupo, como partituras históricas e raras.

 

Maestro "Macaé" e o produtor musicial Luciano Stelzer, parceiros de trabalhos musicais em Venda Nova e região.

 

Morte

Dulcilano Pereira morreu aos 82 anos de idade, vítima de câncer de próstata, tendo lutando contra a doença durante os últimos meses de vida. Após se aposentar, o músico residiu por alguns anos em Macaé, até descobrir a doença, há cerca de um ano, quando se mudou para a cidade do Rio de janeiro, onde se submeteu ao tratamento, fazendo inclusive a quimioterapia. Considerado um dos grandes saxofonistas brasileiros da atualidade, ele estava internado e não resistiu, falecendo na última quinta-feira (18).

 

 

Vida dedicada à música

 

Maestro Macaé, Dulcilando Pereira, músico, nascido em Macaé, em 1938 era saxofonista, arranjador e professor, sendo autor de cerca de quatrocentos arranjos do marcial e sanfônico da Banda do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro.

 

Na música popular, foi considerado um dos mais expressivos músicos brasileiros em seu instrumento, o sax-tenor, ganhando destaque como intérprete e arranjador em grandes formações orquestradas, como Orquestra Tabajara, a Banda Veneno, liderada por Erlon do Maestro Cipó* e a Rio Jazz Orchestra, além de ter participado de inúmeras e importantes gravações.

 

No campo de pesquisa, teve experiência no Laboratório de Sons Musicais, que é uma experiência que permite a extração de variados timbres de instrumento de sopro, em efeitos sonoros idênticos aos sons de corda de uma orquestra sinfônica.

 

 

 

 

 

Comentários Facebook


 

 


Facebook


Twitter


Clima

(28) 3546-3068

radiofmz@radiofmz.com.br

 

Av. Ângelo Altoé, 886 - Ed. Esmig - Sala 01 - Centro - CEP - 29375-000 - Venda Nova do Imigrante (ES)


© 2017 Rádio FMZ. Todos os direitos reservados.