FMZ A RÁDIO DA FAMÍLIA

Home A Rádio Institucional

Institucional

Máximo Zanodinadi

Máximo Zandonadi (1916-1994)

Um homem simples.

Traz em sua natureza e história as marcas da descendência italiana.

Na raiz está uma fé cristã católica, firme e envolvente; uma labosidade incansável; uma apaixonada valorização das virtudes familiares; um amor entranhado à terra; uma  solidariedade criativa e festiva; uma praticidade teimosa e transformadora.

Toda esta riqueza foi absorvida por Máximo Zandonadi e enriquecida pelos desafios vividos comunitariamente nos duros anos de formação e consolidação de Venda Nova do Imigrante, sua terra natal.

Sua vida era iluminada por três amores:

A família, a Igreja e Venda Nova do Imigrante, sendo estes objetos de inspiração para a publicação de cinco obras literárias.

Ao mesmo tempo que educava sua família. juntou-se a outros companheiros para incentivar ações comunitárias visando o desenvolvimento cultural, sócio-econômico e de preservação ambiental, que tornariam Venda Nova um recanto de progresso e paz.


Missão e Objetivos

CONTRIBUIR PARA A GERAÇÃO DO “BEM COMUM” , PARA O FORTALECIMENTO DO ESPÍRITO COMUNITÁRIO E PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DAS COMUNIDADES.

 

A Fundação Máximo Zandonadi "... tem por finalidade preservar, cultivar e incentivar os valores da fé, cultura, educação, família, comunidade e ecologia que foram a base da vida e ação transformadora de Máximo Zandonadi...".

 

Para atingir seus objetivos estatutários a Fundação busca:

I - Constituir, manter, dirigir e operar emissoras de rádio, televisão, transmissão de som e imagem pelos diversos meios de comunicação social, de acordo com as concessões e permissões que lhe venham a ser outorgadas pelo governo federal ou órgão público para isto constituído;

II - Desenvolver programas de radiodifusão, televisão, vídeo e audiovisual, nas faixas educativa e comunitária em geral;

III - Criar, manter, dirigir e operar jornais, revistas e todo gênero de periódicos;

IV - Publicar, imprimir, comercializar material didático educativo de toda a natureza;

V - Promover a integração ao mercado de trabalho.

 

E também:

I - Contribuir, com a melhoria do ensino em todos os níveis, mantendo os serviços subsidiários de natureza educacional cultural e social.

II - Promover e divulgar as potencialidades artísticas, eventos e/ou programas de interesse da comunidade.

III - Criar centros de formação cultural, social, espiritual e de esportes, lazer e turismo.

IV - Criar centros de pesquisa e preservação do meio-ambiente, que preserve e divulguem as riquezas naturais da região, principalmente da Mata Atlântica.

V – Promover e incentivar o Cooperativismo.

 

Outros Projetos

Criada em 1998, a Fundação Máximo Zandonadi é conduzida por uma equipe multidisciplinar de profissionais voluntários das áreas de Educação, Administração, Saúde, Assistência Social e Jornalismo.

 

Reconhecida como Entidade de Utilidade Pública Municipal e Estadual, a Fundação pretende concretizar outros projetos considerados prioritários não só para Venda Nova, como também para os municípios vizinhos.

 

São outros tantos sonhos que só poderão chegar à realidade se tiverem a colaboração de quantos se identificarem com os ideais vividos por Máximo Zandonadi.

 

Estes são alguns Projetos que estão em andamento:

ORQUESTRA SINFÔNICA DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE - Clique aqui para acessar

PROJETO DE LUTHERIA E ARCHETERIA DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE Clique aqui para acessar

NÚCLEO DE AUDIOVISUAL DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE Clique aqui para acessar

Construção do Centro Turístico e Cultural: tem por finalidade a construção de um espaço com ambientes funcionais para atividades revestidas de importância cultural, econômico-social e ambiental - com o objetivo de gerar novos empregos, melhorar a distribuição de renda e a qualidade de vida da população, preservando o meio ambiente, preservando ainda tradições culturais e o patrimônio histórico da região - focando-se sobretudo, na formação do cidadão pela via da educação.

Editora: destinada à criação, produção e divulgação de obras didáticas, pedagógicas e culturais.

Parque Florestal: adequação de uma área específica para apoio e desenvolvimento de ações de preservação do meio ambiente e de conscientização ecológica.

 

 

Publicações

 

VENDA NOVA - Um capítulo da imigração italiana (1982)

Composto e Impresso nas Escolas Profissionais Salesianas

 

Em seu primeiro livro, Máximo Zandonadi relata a chegada dos primeiros imigrantes italianos à região que hoje é Venda Nova do Imigrante no estado do Espírito Santo. Utilizando relatos de pessoas da comunidade, além de suas próprias vivências, o autor faz uma viagem no tempo até à época em que Venda Nova era ainda um distrito de Conceição do Castelo, discorre sobre as obras importantes que trouxeram o desenvolvimento à região, como a abertura da Br 262, a avicultura e a propensão da comunidade local a aderir ao cooperativismo e ao associativismo.

 

 

REMINISCÊNCIAS DE UM SÉCULO (1986)

Composto e Impresso nas Escolas Profissionais Salesianas

 

Narrando de forma bem humorada desde a aparição de uma “alma de outro mundo” até as inesquecíveis travessuras da criançada, em REMINISCÊNCIAS DE UM SÉCULO Máximo trás o lado mais simples e divertido do dia a dia dos primeiros imigrantes italianos que chegaram à Venda Nova do Imigrante. Dividido em diversos contos independentes e verídicos, o livro leva o leitor a um universo povoado de buscas por tesouros perdidos, viagens a cavalo e conversas com o compadre no final de tarde. Como diria o próprio Máximo: “Meus queridos netinhos, isso tudo que lhes contei, isso tudo é Venda Nova, meu adorado e lindo berço natal”.

 

 

A IGREJA NA HISTÓRIA DE VENDA NOVA (1984)

Arte, Composição e Impressão Editora “O Lutador"

 

Máximo Zandonadi faz uma leitura histórica da importância da Igreja Católica nos primórdios da colonização italiana na Região de Montanhas do Espírito Santo. Máximo descreve, de forma clara, o trabalho da comunidade e da Igreja a fim de estabelecer uma unidade entre as famílias e as localidades da região.

 

 

VENDA NOVA DO IMIGRANTE - 100 anos da colonização italiana no Sul do Espírito Santo (1992)

Arte, Composição e Impressão Fundação Mariana Resende Costa

 

“Há algo especial que todos nós, vendanovenses, sentimos e quantos nos visitam o atestam. [...] Sobre esta Venda Nova discorre meu pai nesse novo livro, síntese dos anteriores. A ótica é familiar. Bom que o seja. Mistura-se assim o esforço de uma pesquisa séria com as emoções de experiências vividas à partir de um lar concreto, entre sorrisos e lágrimas. [...] Aqui, jovens gerações poderão reencontrar-se com suas raízes, compreender os traços que delineiam o perfil atual de nossa gente, assimilar os fundamentos que orientarão as ações da construção da Venda Nova do Imigrante que todos queremos”.- D. Décio Sossai Zandonadi, no prefácio de VENDA NOVA DO IMIGRANTE, 100 anos da colonização italiana no Sul do Espírito Santo.

 

 

5. A FAMÍLIA ZANDONADI (1997)

Publicação póstuma

 

O livro A FAMÍLIA ZANDONADI é o resultado de um trabalho de pesquisa de Máximo Zandonadi, onde a árvore genealógica da Família é reconstituída. O autor estabeleceu a ligação entre os antepassados italianos e seus descendentes, hoje vivendo em diversas regiões do Brasil e Argentina. A FAMÍLIA ZANDONADI é o último livro escrito por Máximo, que faleceu em 1994, e busca narrar a saga da família de forma sucinta e direta.

 


Facebook


Twitter


Clima

(28) 3546-3068

radiofmz@radiofmz.com.br

 

Av. Ângelo Altoé, 886 - Ed. Esmig - Sala 01 - Centro - CEP - 29375-000 - Venda Nova do Imigrante (ES)


© 2017 Rádio FMZ. Todos os direitos reservados.