FMZ A Rádio
da Família

Avicultura lança programa de incentivo ao consumo de ovo

Nasce a mais nova aposta da avicultura nacional para estimular o consumo de ovos no Brasil. A “Ovos Brasil” (Associação para o Progresso da Avicultura de Postura Comercial) é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público- Oscip que vai desenvolver ações em prol do consumo de ovos.

O lançamento do programa e a escolha do Conselho Deliberativo foi na última quinta (27), durante o Congresso Latino Americano de Avicultura, que aconteceu na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul- Fiergs.

A associação surge como forma de estimular o fortalecimento, crescimento e expansão das atividades de produção, comercialização e consumo de ovos, além de promover a segurança alimentar e nutricional. A idéia é divulgar, através de campanhas publicitárias, as propriedades do alimento, vitaminas, e fazer esclarecimentos sobre o mito do colesterol, entre outras informações.

O objetivo é promover ações em todo o País, valorizando o ovo e suas qualidades nutricionais. Segundo Rogério Belzer, diretor do setor de Ovos da União Brasileira de Avicultura- UBA e presidente eleito do Conselho Diretor da Ovos Brasil, a idéia não é simplesmente realizar campanhas para aumento de consumo, cujos resultados terminam por ser momentâneos. “Queremos desenvolver ações estruturais e que agreguem valor ao ovo, assim como ressaltar a sua qualidade nutricional”, comenta Belzer.

Foram escolhidos para compor o Conselho Diretor da Ovos Brasil representantes indicados pelas associações de avicultores dos estados de São Paulo, Espírito Santo, Bahia, Rio Grande do Sul, Piauí, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, pelo município de Bastos, em São Paulo, pela União Brasileira da Avicultura e três representantes indicados pelos Incubatórios de Postura Comercial. Os representantes do Espírito Santo são os avicultores Volkmar Berger, como titular e Ademar kerkhhoff como suplente.

Qualidades nutricionais do ovo

Estudos sobre o ovo destacam que a gema contém maior quantidade de colina, uma substância derivada do aminoácido serina (associada à sensação de bem-estar), entre os componentes da dieta comum. Uma unidade tem cerca de 130 miligramas de colina, enquanto uma posta de 100 gramas de salmão tem 56 miligramas.

“Estima-se que a concentração circulante de colina duplica após a ingestão de uma refeição contendo dois ovos”, diz o professor Cícero Galli Coimbra, do departamento de neurologia da Universidade Federal de São Paulo. A colina é necessária para produção de novas células e para reparação das membranas celulares lesadas, que deve ser particularmente sensível à deficiência de colina, pois as células nervosas necessitam produzir mais quantidade de membrana celular do que qualquer outra célula.

* Fonte: Assessoria de Comunicação AVES e ASES

Confira mais Notícias

PH do SOLO

Venda Nova irá doar calcário, mudas de café e pupunha para produtores

Ruraltur

Empreendedores da região Serrana vão participar de feira nacional no MS

Veja os premiados no leilão de cafés tardios de Venda Nova

Incaper

Tecnologias ajudam agricultores na produção de cafés especiais e sustentáveis

Agricultura

Inscrições abertas para Concurso de Qualidade do Melhor Tomate de Mesa de Venda Nova

Crescimento

Exportações do agronegócio capixaba alcançam R$ 8,25 bilhões em dez meses

Prêmio

Conheça os finalistas do leilão de cafés tardios de qualidade de Venda Nova

Valor das aplicações de crédito rural no ES bate recorde nos quatro primeiros meses do plano safra 2023/2024