FMZ A Rádio
da Família

Bispo fala dos projetos da FMZ

O aumento da potência de transmissão da rádio e o início das obras do Centro Cultural são prioridades da Fundação Máximo Zandonadi para 2007. Nesta segunda (30 de outubro), o bispo de Colatina e presidente do Conselho Curador da FMZ, Dom Décio Sossai Zandonadi, esteve em Venda Nova para falar destes e outros projetos da Fundação. Confira entrevista concedida ao repórter Leandro Fidelis.

Rádio FMZ- A Rádio FMZ tem uma proposta de comunicação regional. Qual o próximo passo da emissora para expandir sua abrangência?

Dom Décio– A FMZ já é um projeto praticamente solidificado no que diz respeito à finalidade principal, que é a comunicação. Temos a rádio como um veículo que presta serviços educativos para toda a região e um pedido no Ministério das Telecomunicações para aumentar de 1 kw para 3 kw. Futuramente, a Fundação pensa em aumentar ainda mais essa potência.

Rádio- Qual a proposta do Centro Cultural?

Inicialmente nossa idéia era criar um lugar onde se pudesse desenvolver atividades culturais, incentivando a música, a dança, exposições de arte e também ser ponto de encontro da comunidade. Com a amizade entre eu e o ministro do Turismo, Walfrido Mares Guia, desde a época em que atuei em Minas Gerais, achamos por bem estender esta finalidade. Agora, será um centro de apoio cultural e turístico para a Região Serrana. Vamos promover desde a formação de agentes para o turismo como também habilitar para desenvolver projetos de alcance turístico e sediar convenções diversas, todas para atrair público em função do turismo.

Rádio- Em que estágio encontra-se o projeto?

Estamos agora levantando o custo total da obra. Conseguimos uma verba inicial de R$ 1 milhão do governo federal, a ser repassada pela Prefeitura de Venda Nova, para o início das obras. Dependendo do custo total, o governador Paulo Hartung prometeu parceria. Também temos expectativa de aportar recursos com diversas empresas de grande porte do Espírito Santo.

Rádio- Do que consta a obra?

É uma obra ousada com teatro de arena no 1º piso, salas de apoio na parte superior, além do auditório. Não será um centro apenas ligado à FMZ. Também vai atender às diversas demandas da região, tanto religiosas, como sociais, econômicas e assim por diante. É um grande centro, que vai compor com a Igreja de Santa Teresinha, na Vila Betânea, a grande praça do local, um lugar privilegiado em Venda Nova.

Rádio- Quando começa?

A previsão é para 2007. Conversamos com o prefeito Braz Delpupo e com os vereadores para colocá-los a par do projeto e para haver uma contrapartida do poder público e, assim, concretizar este sonho. É um sonho de Venda Nova ter um espaço digno de receber eventos de médio e grande porte que atraiam empresários para conhecer e divulgar nossa cidade. Um lugar que multiplique as informações sobre cultura, meio ambiente… Enfim, tudo aquilo que ajuda Venda Nova a ser uma cidade diferente. Venda Nova é um paradigma para as demais cidades do país. Vive sempre com perspectivas inovadoras a respeito do bem-estar social, econômico e, sobretudo, do bem-estar familiar, que vem da benção de Deus.

Rádio- Como pretende acompanhar o projeto?

Estou acompanhando cada etapa de perto. Como bispo de Colatina, tenho como foco outro centro na região de Ibiraçu. É um seminário, cujo espaço é pouco utilizado, que será transformado num centro de inovação social para a Região Norte capixaba. Ainda vai ficar faltando um para o Sul do Estado. Como bispo tenho que me interessar por isso. No caso do Centro Cultural de Venda Nova, que vai atender especificamente à Região Serrana, tenho sonho de um dia, vou pedir a Deus força, patrocinar uma orquestra infanto-juvenil, grupo de dança, teatro… Tudo aquilo que movimente a juventude.

* Publicada em 03/11/2006

Confira mais Notícias

Definido calendário do IPVA 2024 para o Espírito Santo

Governo do Espírito Santo anuncia pagamento de abono salarial em dezembro

Procon-ES alerta quanto às armadilhas do verão

Secretaria Estadual de Educação realiza processo seletivo para Cuidador

Nova espécie de planta é descoberta no Espírito Santo

Novos pároco e vigário da Paróquia São Pedro tomam posse em Venda Nova

Transportadores de cargas têm até dia 31 de janeiro para se tornarem MEI Caminhoneiro

Parque Estadual do Forno Grande recebe exposição fotográfica `Aves de Caetés´