FMZ A Rádio
da Família

Castelo reúne prefeitos para discutir fim dos lixões

Prefeitos de 31 municípios do sul do Estado foram convocados pelo Governo do Estado para uma reunião com o Secretário Estadual de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Rodrigo Chamoun.

O objetivo do encontro é a apresentação e discussão do Programa Sem Lixão, que prevê a melhoria da limpeza pública, o fechamento dos lixões e a recuperação de áreas degradadas pelo uso indevido do solo. O encontro será no Teatro Sebastião Artênio Merçon, em Castelo, quarta-feira, dia 20, às 9 horas.

O “Sem Lixão” é um programa estadual, determina a formação de consórcios para a destinação correta dos resíduos sólidos e prevê a eliminação dos lixões até 2010. O Prefeito Cleone Gomes do Nascimento, vice-presidente da Associação dos Municípios do Espírito Santo(Amunes) e anfitrião do encontro, diz que a presença dos prefeitos é importante porque esta é a oportunidade de avançar nesta questão de fundamental importância.

“ Além de preservar o meio ambiente, vamos garantir qualidade de vida aos moradores de nossos municípios. A destinação correta do lixo é um grande desafio que esbarra sempre nos altos custos, quase sempre inviáveis para municípios de pequena arrecadação, como é o caso da maioria”.

Cleone diz que em Castelo o assunto vem sendo tratado nos últimos três anos. “Já realizamos um estudo para sabermos que tipo de lixo e a quantidade que produzimos, e já estávamos buscando parcerias para solucionar este problema. Tivemos inclusive reuniões com investidores internacionais”.

Dos 78 municípios capixabas, apenas 26 destinam o lixo de forma correta, segundo matéria dos Jornais A Gazeta e A Tribuna do dia 15 de fevereiro. Segundo o mesmo texto, existem 102 lixões no Estado.

Saiba Mais:

O que é o “Sem Lixão”:

– O Programa Sem Lixão prevê a construção de quatro aterros sanitários, e de três a quatro estações de transbordo(responsável pelo recebimento dos resíduos para posterior encaminhamento ao aterro sanitário) nas regiões Doce Oeste, Litoral Sul, Região Sul Serrana e Regiões Metropolitana e Doce Oeste. No sul do Estado as estações deverão ficar em Alegre, Iúna e Conceição de Castelo. O aterro sanitário deverá ficar em Cachoeiro.

– As obras, com custo estimado de R$ 12 milhões por região, ficarão a cargo do Governo do Estado, que fará a concessão dos serviços. A concessionária ficará responsável pelo transbordo até o aterro.

– Aos municípios caberá a coleta e transporte do resíduo até a estação de transbordo. A previsão de gastos é de 1% do orçamento com o serviço.

* Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Castelo

Confira mais Notícias

Feira Espírito Madeira-Design de Origem 2024 em novembro

Enem 2024: inscrições prorrogadas até 14 de junho

Cidades

Venda Nova bate recorde de frio no ES pela terceira vez em uma semana

Cidades

Venda Nova realiza 1ª Feira de Empregos com mais de 50 oportunidades de trabalho

5º Concurso Municipal de Fotografia de Venda Nova está com inscrições abertas

Agronegócio

Favesu 2024: feira de avicultura e suinocultura capixaba no Polentão em Venda Nova

Oportunidade

10 mil vagas em cursos de graça para mulheres

Organizador do Polenta Off Road doa R$ 10 mil para Voluntárias do Hospital de Venda Nova