FMZ A Rádio
da Família

Caxixe: perda ainda maior na agricultura

* Por Leandro Fidelis

O prejuízo dos moradores de Alto Caxixe com a tempestade de domingo é muito maior que o divulgado nos últimos dias. De acordo com novo levantamento da Secretaria Municipal de Agricultura, a chuva de granizo causou perdas na ordem de R$ 7,5 milhões entre investimentos e expectativa de receita.

Numa análise detalhada, foram atingidos 65 hectares de tomate, 0,4 ha de uva, 0,16 ha (morango), 1ha (cenoura), 0,5 ha (repolho), 0,5 ha (pimentão), 3,38 ha de café, 6 ha de milho, a mesma área de batata baroa, 10,5 ha (inhame), 0,5 ha de outras hortaliças, num total de 93,62 hectares.

De acordo com o secretário Evair de Melo, 150 famílias tiveram perda total da lavoura e outras 120 tiveram seus plantios parcialmente afetados. A localidade de Alto Caxixe também teve estradas e bueiros de acesso às lavouras destruídos.

“Todos estão recomeçando de novo a vida, limpando as áreas e iniciando novos plantios”, diz Evair.

Domingo, por volta das 15h, uma chuva de granizo com vento durou cerca de 1 hora, devastando as plantações. A colheita de tomate já havia começado em algumas propriedades.

As pedras de gelo destruíram também telhados na vila. Moradores contam que nem as telhas coloniais resistiram.

Leia outras matérias sobre o Alto Caxixe e veja ainda galeria de fotos neste site!

Confira mais Notícias

PH do SOLO

Venda Nova irá doar calcário, mudas de café e pupunha para produtores

Ruraltur

Empreendedores da região Serrana vão participar de feira nacional no MS

Veja os premiados no leilão de cafés tardios de Venda Nova

Incaper

Tecnologias ajudam agricultores na produção de cafés especiais e sustentáveis

Agricultura

Inscrições abertas para Concurso de Qualidade do Melhor Tomate de Mesa de Venda Nova

Crescimento

Exportações do agronegócio capixaba alcançam R$ 8,25 bilhões em dez meses

Prêmio

Conheça os finalistas do leilão de cafés tardios de qualidade de Venda Nova

Valor das aplicações de crédito rural no ES bate recorde nos quatro primeiros meses do plano safra 2023/2024