FMZ A Rádio
da Família

Cemitérios de Marechal Floriano estão lotados

A partir desta segunda-feira os cadáveres de Marechal Floriano deverão ser sepultados em cemitérios de comunidades vizinhas. O alerta é da Associação dos Cemitérios local, que constatou a inexistência de áreas disponíveis para enterros nas duas necrópoles do centro.

Somente as famílias que reservaram áreas em anos anteriores é que têm o direito ao enterro. Segundo o diretor da entidade, Antônio Bueno, o jovem que foi assassinado a facadas ontem de madrugada terá de ser enterrado nos cemitérios de Araguaia, Aparecida ou ainda de Ribeirão do Cristo.

Segundo ele, a medida é a única alternativa para atender a comunidade. “Os cemitérios dessas localidades ainda têm espaços suficientes para a realização dos enterros e nos favorece.”, afirmou. Bueno lembra que o problema com a falta de vagas para sepultamento em Marechal é antigo e que as dificuldades têm aumentado com o fim das vagas nas necrópoles.

“Algumas famílias reservaram há muitos anos os espaços e realizam os sepultamentos e ainda continuarão procedendo desta forma. Mas quem não tem terreno passa dificuldade porque fica cara a ida para outra comunidade”.

Segundo o diretor da Associação dos Cemitérios, a Prefeitura adquiriu há mais de dois anos uma área para a construção de uma nova necrópole, mas, como há muitos arvoredos no local as entidades ambientais do Estado embargaram as obras. “Enviei um documento para o prefeito pedindo urgência nesta questão”.

Cópias da documentação elaborada por Bueno, mostrando a situação foram encaminhadas ao próprio prefeito Elias Kiefer, Ministério Público Estadual, Justiça e Câmara dos Vereadores. “As providências teriam que ter urgência, mas até agora está tudo parado e nós, como também as famílias sofremos com a situação”.

O secretário de Meio Ambiente de Marechal Floriano, Marcos Chequer disse que a área permanece embargada pelo Instituto Estadual de Meio Ambiente- Iema até que a Prefeitura faça a reposição de arvoredos em 2,5 hectares nas proximidades do local. “Nas imediações não há área descoberta. Vamos sugerir no próximo encontro do Conselho Estadual de Meio Ambiente o reflorestamento em outro terreno”.

* Fonte: Folha Vitória

Confira mais Notícias

Organizador do Polenta Off Road doa R$ 10 mil para Voluntárias do Hospital de Venda Nova

Corpo de Bombeiros do ES envia terceira equipe para Rio Grande do Sul

Turismo

Setur lança Mapa do Turismo 2024: novos critérios e desafios para municípios

Tragédia

Jovem de Venda Nova morre afogado em cachoeira em Goiás

Obras

Governo do ES edital para obras de reabilitação de rodovia em Domingos Martins

Confira a programação cívica do 36º aniversário de Venda Nova do Imigrante

Estadual

Governo anuncia reajuste linear de 4,5% no salário dos servidores do Executivo Estadual

Atenção!

Últimos dias para produtor rural solicitar bloco de notas eletrônicos