FMZ A Rádio
da Família

Começa a colheita do morango

* Por Leandro Fidelis

Já tem morango fresquinho nas lavouras. Começou em junho e vai até agosto a colheita em Venda Nova e Região Serrana. Depois de um longo período chuvoso em março em plena preparação das mudas- que por pouco não compromete toda a produção- a expectativa é fortalecer selo de origem nesta safra.

O pico da produção será entre julho e agosto, mas algumas propriedades devem colher até setembro e outubro, segundo estimativas do Incaper através do Pólo de Morango do Espírito Santo. Muitos produtores tiveram problemas com fungos durante as chuvas e depois com a estiagem prolongada na época do plantio.

O Incaper está finalizando o cadastro anual de produtores para ter um número mais preciso da safra 2008. Segundo Edimar Celin, agrônomo que coordena o Pólo de morango há dois meses, a produção deste ano mantém a cautela na rastreabilidade. “Queremos garantir ao consumidor a segurança alimentar do nosso morango”.

Para esta conscientização mais intensa, estão previstos seminários, palestras técnicas enfocando produção de mudas e higiene no pós-colheita, além de um Dia de Campo. Todos os eventos deverão ocorrer durante a Festa do Morango em Pedra Azul, Domingos Martins.

Saiba mais:

O morangueiro é originário das terras temperadas da Europa. Começou a ser cultivado no Espírito Santo, na década de 60, no município de Domingos Martins. No principio da década de 90 que iniciou a expansão da cultura, motivada pela necessidade dos agricultores encontrarem uma atividade para substituir a cultura do alho, que foi inviabilizada pela abertura do mercado de importação de alho. A partir de 1995, o morango começou a se destacar como uma atividade economicamente forte para a região, o crescimento da área de cultivo foi devidamente a três fatores: a necessidade de uma cultura que substituísse a cultura do alho, como geradora de renda e empregadora de mão-de-obra no inverno; a instalação de indústrias, fortes demandadora de frutos; e a introdução da cultivar Dover em 1995.

Na safra anterior 2006/2007 a região de montanhas do espírito Santo apresentou área total cultivada de 200 hectares, sendo o morango cultivado por mais de 600 famílias, empregando de forma direta 3.000pessoas na safra, a produção de frutos alcançou as 7.200 toneladas, gerando uma receita com a comercialização dos frutos de R$11,6 milhões.

Venda nova do Imigrante, na safra de 2006/2007, apresentou área total de 24 hectares, distribuídas em 44 propriedades rurais, empregando um número de 360pessoas na safra, com produção total de934 toneladas de frutos, gerando uma receita com a comercialização na ordem de R$ 2,4 milhões. No município de Venda nova do Imigrante, o morango é cultivado nas comunidades de São José do Alto Viçosa e Alto Caxixe, o período de maior produção de frutos ocorre nos meses de julho à setembro, o morango produzido no município é comercializado na CEASA/ES, Nordeste do país, industrias, feiras livres, mercado local e no próprio local de produção diretamente ao consumidor, como acontece na propriedade de Gilberto Carlos Gagno em Alto Caxixe, onde pode estar sendo adquirido o morango o morango na forma “in natura” ou industrializado (geléias, suco, licor, etc).

* Publicada em 1º de julho de 2007.

Confira mais Notícias

Agronegócio

Idaf capacita Serviços de Inspeção Municipais e totaliza 525 produtos incluídos no Susaf

Economia

Recorde nas exportações do agro capixaba no 1º trimestre de 2024

Agricultura

Centro de Cafés Especiais do Espírito Santo é escolhido para avaliar grãos do Mato Grosso

PH do SOLO

Venda Nova irá doar calcário, mudas de café e pupunha para produtores

Ruraltur

Empreendedores da região Serrana vão participar de feira nacional no MS

Veja os premiados no leilão de cafés tardios de Venda Nova

Incaper

Tecnologias ajudam agricultores na produção de cafés especiais e sustentáveis

Agricultura

Inscrições abertas para Concurso de Qualidade do Melhor Tomate de Mesa de Venda Nova