FMZ A Rádio
da Família

Conselho de Segurança toma posse

* Por Leandro Fidelis

Os 31 membros do Conselho Municipal de Segurança de Venda Nova tomaram posse ontem à noite, no Clube Recreativo. Edson Zandonadi é o presidente do órgão que estará vinculado ao gabinete do prefeito e atuará na consultoria e assessoria para elaboração de ações e políticas públicas na área de segurança.

Além de Edson, compõem a diretoria provisória Paulo Batista Filho, o “Sargento Paulão”, como vice; e Osvaldo Damasceno, secretário. Eles ficarão responsáveis pela elaboração do regimento interno até acontecer nova eleição para mandato de dois anos. A próxima reunião será dia 30 deste mês.

Cerca de 80 pessoas acompanharam a cerimônia, dentre representantes de instituições e órgãos governamentais e da sociedade civil do município. Logo após a implantação do Conselho, os membros já se reuniram e escolheram a diretoria.

Para Zandonadi, é o momento de concretizar antigas idéias. “O Conselho é um instrumento para tornar a vida em Venda Nova melhor, sempre pensando no seu futuro. Esta é uma noite muito importante para o município”, declarou.

A criação do Conselho de Segurança é um dos primeiros resultados práticos da Audiência Pública sobre segurança promovida pela Câmara em fevereiro. Uma sala da sede do Legislativo foi reservada ao órgão. O presidente da Câmara, Marco Grillo, disse que o Conselho é uma grande ferramenta entre a sociedade civil e os poderes constituídos de segurança. “A sociedade vendanovense vai se sentir mais segura a partir de agora”.

A comerciante Neuza Fioresi, membro da diretoria da Associação de Moradores de Vila Betânea, acha que a população deveria participar mais. Ela disse isto ao observar a falta de representatividade no evento de pessoas não ligadas a instituições representadas no Conselho.

Veja o que os principais envolvidos com a segurança em Venda Nova esperam do Conselho:

Braz Delpupo– O prefeito promete total apoio às ações do órgão. “A população de Venda Nova cresce mais que a média do Espírito Santo e até da nacional. A repressão dos grandes centros aos bandidos têm atraído estes para o interior. Temos que nos preocupar com isso. Sei que a segurança é dever do Estado, mas a Prefeitura sempre foi parceira lotando as polícias e outras entidades no município”.

Valeriano Cesário Bolzan– O juiz de direito da Comarca de Venda Nova aposta na multiplicidade de experiências como garantia de sucesso do Conselho. “Todos estão representados. Quero chamar este Conselho Municipal de Segurança de Conselho de `Resultados`. Todas as ações devem ter objetivos claros”.

Maria Elisabete Zanoli– “Acredito que vai haver mais interação”, declarou a delegada, que disse esperar este momento desde a sua vinda para o município, há 16 anos. “Comunidade e polícias devem estar integradas para que a criminalidade diminua”.

Marco Antônio De Angeli Pola– O comandante da Polícia Militar em Venda Nova espera ações no contexto geral da segurança do município. “A expectativa da PM não é só com aumento do efetivo, mas de que o Conselho adeque o que nós temos de estrutura com as solicitações dos moradores”.

* A promotora de Justiça Adriana Dias Paes Ristori não compareceu à solenidade devido suas férias.

* Publicada em 24/05/2007

Confira mais Notícias

Organizador do Polenta Off Road doa R$ 10 mil para Voluntárias do Hospital de Venda Nova

Corpo de Bombeiros do ES envia terceira equipe para Rio Grande do Sul

Turismo

Setur lança Mapa do Turismo 2024: novos critérios e desafios para municípios

Tragédia

Jovem de Venda Nova morre afogado em cachoeira em Goiás

Obras

Governo do ES edital para obras de reabilitação de rodovia em Domingos Martins

Confira a programação cívica do 36º aniversário de Venda Nova do Imigrante

Estadual

Governo anuncia reajuste linear de 4,5% no salário dos servidores do Executivo Estadual

Atenção!

Últimos dias para produtor rural solicitar bloco de notas eletrônicos