FMZ A Rádio
da Família

Especial café: a qualidade que traz rentabilidade

O nome de Renata Rigo, 40, é sinônimo de elegância e competência numa atividade onde a presença dos homens ainda é forte. A cafeicultora, de Conceição, abandonou um início de carreira como advogada e acreditou no seu tino para o agronegócio, tornando o “Sítio Paraíso” uma referência na produção de cafés especiais para todo o Brasil.

Apesar da formação em direito, todos os caminhos na vida de Renata a levaram para a cafeicultura. Caçula de três irmãos, aos 21 anos perdeu o pai e teve que administrar os negócios da família. Herdou duas propriedades cafeeiras – uma em Ribeirão da Conceição e outra no Estreito, a 500 metros da sede do município. Nas duas a safra atinge 3.000 sacas.

“Meu pai, Osvaldo Rigo, dedicou à vida ao comércio e ao plantio de café. Desde menina eu o acompanhava no campo… Estou na cafeicultura primeiro por tradição, depois por vocação. É sangue mesmo, produzo porque gosto”, conta Renata, que começou a produzir cafés especiais em 2003 por incentivo da Pronova.

A primeira experiência foi no despolpador comunitário da Prefeitura de Conceição. O equipamento ficou instalado na propriedade de Ribeirão. No primeiro ano despolpando, a cafeicultora teve seu café entre os 40 finalistas do concurso Gourmet, ou seja, entre os 40 melhores cafés finos brasileiros.

A colocação incentivou a investir em equipamentos próprios e no aumento da produção de descascado. De 72 sacas em 2003, passou a 350 em 2004, e hoje já são 600. É destas remessas que saem as amostras para os concursos. “O café de qualidade aumenta a rentabilidade da propriedade e, através dos concursos, o produtor tem seu trabalho reconhecido e valorizado”, destaca.

Para explicar o segredo da qualidade, Renata afirma ser um conjunto de fatores ligados ao clima, ao solo e a cuidados especiais na colheita e na secagem. Nas duas propriedades, ela se reúne com os meeiros antes da colheita para passar algumas dicas, buscando aperfeiçoar ainda mais a produção.

Como exemplo para quem está começando, Renata Rigo quer passar a determinação. “A perseverança é o caminho de quem está na cafeicultura. Confiar naquilo que a gente acredita. O pequeno produtor não pode desanimar”.

O Sítio Paraíso sempre está de portas abertas para a realização de dias de campo, visitas de estudantes, amigos e curiosos. No servir de um simples cafezinho, Renata, sempre muito atenciosa, faz o marketing do seu produto.

* Por Leandro Fidelis

*Publicada em 02/12/2006

Confira mais Notícias

PH do SOLO

Venda Nova irá doar calcário, mudas de café e pupunha para produtores

Ruraltur

Empreendedores da região Serrana vão participar de feira nacional no MS

Veja os premiados no leilão de cafés tardios de Venda Nova

Incaper

Tecnologias ajudam agricultores na produção de cafés especiais e sustentáveis

Agricultura

Inscrições abertas para Concurso de Qualidade do Melhor Tomate de Mesa de Venda Nova

Crescimento

Exportações do agronegócio capixaba alcançam R$ 8,25 bilhões em dez meses

Prêmio

Conheça os finalistas do leilão de cafés tardios de qualidade de Venda Nova

Valor das aplicações de crédito rural no ES bate recorde nos quatro primeiros meses do plano safra 2023/2024