FMZ A Rádio
da Família

Gestos da inclusão

·Por Leandro Fidelis

Moradores com deficiência auditiva já não são mais estrangeiros no lugar onde vivem. Em Venda Nova, 25 pessoas participam do curso de Linguagem Brasileira dos Sinais- Libras, promovido pela Secretaria Municipal de Educação em parceria com a Faveni. O objetivo é facilitar a vida dos surdos da comunidade, com mais pessoas sabendo se comunicar com esse código.

O grupo é formado por seis estudantes com surdez, familiares e profissionais da área educacional. O curso começou em outubro e vai até dezembro com o instrutor Cláudio Passabon, de Cachoeiro, formado na Federação Nacional de Surdos. Curiosamente o professor é deficiente auditivo, uma exigência para ministrar Libras.

E engana-se quem pensa ser difícil acompanhar a aula. “Minha madrasta me convidou, eu gostei e vim participar”, diz o estudante Edison Canal Júnior, de 12 anos, que não tem parentes com surdez.

O casal Luzimere e Edvaldo Rigamonte se inscreveu para ajudar a filha Thaís, de 13. “O tratamento fonoaudiológico só focou na fala, por isso acho importante a Linguagem dos Sinais”, constata a dona de casa.

Para a pedagoga Louise Brioschi, a escola ganha com profissionais que sabem Libras. Ela participa do curso para reintegrar um ex-aluno surdo. “Traz muito crescimento profissional e segurança para trabalhar. Só receber o aluno é simples, difícil é integrá-lo na comunidade escolar.

A fonoaudióloga Geisa Zanoli compartilha da mesma opinião. “Os alunos estão entendendo melhor as atividades que eu passo. O curso de Libras é um estímulo a mais, além do visual, auditivo e escrito”, avalia.

De acordo com o coordenador Haroldo Deps, da Secretaria de Educação, a turma, depois de formada, vai treinar os professores do município no primeiro trimestre de 2008.

Deps afirma que antes do curso a alfabetização de surdos estava comprometida em Venda Nova. “O surdo, quando não tem uma língua que possa se comunicar com outras pessoas, usa sinais particulares, comuns dentro de casa, mas nem sempre entendidos por outras pessoas. É preciso que ele tenha acesso ao curso de Libras para se comunicar em qualquer lugar do país”, Haroldo Deps.

Serviço:

Curso de Linguagem Brasileira dos Sinais- Libras. Às terças e quintas-feiras, das 7h30 às 11h30, nas dependências da Faveni. Mais informações.: (28) 3546-1147

Confira mais Notícias

Definido calendário do IPVA 2024 para o Espírito Santo

Governo do Espírito Santo anuncia pagamento de abono salarial em dezembro

Procon-ES alerta quanto às armadilhas do verão

Secretaria Estadual de Educação realiza processo seletivo para Cuidador

Nova espécie de planta é descoberta no Espírito Santo

Novos pároco e vigário da Paróquia São Pedro tomam posse em Venda Nova

Transportadores de cargas têm até dia 31 de janeiro para se tornarem MEI Caminhoneiro

Parque Estadual do Forno Grande recebe exposição fotográfica `Aves de Caetés´