FMZ A Rádio
da Família

Iluminação da BR pode levar anos

Os canteiros floridos, um dos cartões postais de Venda Nova, são uma atração só para se ver de dia. Não existe iluminação especial para os usuários da BR-262 apreciarem os jardins à noite.

Antes fosse esse o problema da rodovia que corta o município da Região Serrana. Sem postes, a BR à noite se transforma num túnel escuro, ora iluminado pelos faróis dos carros que ofuscam a visão dos ciclistas.

São esses os mais prejudicados e com maior probabilidade de envolvimento em acidentes. Embora as duas avenidas laterais (Evandi Comarela e Ângelo Altoé) sejam iluminadas, a maioria prefere se arriscar na escuridão do acostamento pela facilidade do chão liso de asfalto. É o caso da auxiliar de escritório Fernanda Botacin, 18.

No entanto, a Prefeitura está longe de conseguir emplacar um projeto para trazer luz ao trecho da BR no perímetro urbano. De acordo com o prefeito Braz Delpupo, o projeto existe há algum tempo e depende de recursos federais. O início foi com a iluminação das proximidades de uma concessionária de veículos em Bananeiras.

“Muitos moradores já vieram reivindicar. É uma obra necessária, mas assim como a sinalização turística, pode levar anos para acontecer”, afirma o prefeito. Ele diz que já conversou com alguns deputados federais na tentativa de angariar recursos da União e que há dois meses a Prefeitura procurou uma empresa para orçar o serviço.

Concluído, o projeto deve ser aprovado pelo Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes- Dnit, responsável pelo gerenciamento da rodovia. “A BR-262 é anterior ao crescimento de Venda Nova. Muitos problemas de hoje não estavam previstos”, diz o superintendente regional do Dnit/ES Hélio Bahia.

Pista própria para os ciclistas

Ao falar de ciclistas e BR, vem à tona a questão da ciclovia, apontada como uma das soluções para o trânsito. A Prefeitura de Venda Nova conta com projeto para construir as pistas próprias para bicicletas, paralelas aos canteiros, mas funcionários da Secretaria de Obras não souberam dar mais detalhes.

Todos os dias, dezenas de ciclistas utilizam o acostamento da rodovia, movimento que se percebe principalmente no horário de almoço comercial. Não há estatísticas, mas o trânsito de bicicletas chega a ser maior que o de veículos automotores.

À noite, claro, o fluxo diminui, mas nem com a falta de luminosidade a BR deixa de ser passagem obrigatória dos ciclistas.

A BR-262 é assunto de várias matérias aqui no site da Rádio FMZ. Confira em nosso arquivo!

* Publicada em 22/11/2006

Confira mais Notícias

Definido calendário do IPVA 2024 para o Espírito Santo

Governo do Espírito Santo anuncia pagamento de abono salarial em dezembro

Procon-ES alerta quanto às armadilhas do verão

Secretaria Estadual de Educação realiza processo seletivo para Cuidador

Nova espécie de planta é descoberta no Espírito Santo

Novos pároco e vigário da Paróquia São Pedro tomam posse em Venda Nova

Transportadores de cargas têm até dia 31 de janeiro para se tornarem MEI Caminhoneiro

Parque Estadual do Forno Grande recebe exposição fotográfica `Aves de Caetés´