FMZ A Rádio
da Família

O ‘Pinicão’ está apenas disfarçado

•Por Leandro Fidelis

O “Pinicão” só mudou de lugar. É o que se pode constatar diante da nova Estação de Tratamento de Esgoto- ETE de Venda Nova, em operação desde setembro. Os problemas continuam os mesmos- o mau cheiro e os mosquitos- e existe um ainda mais grave: o Rio Viçosa está recebendo o esgoto “in natura”.

A cerca de 40 metros da ETE, o afluente que banha a cidade mudou a cor e a vegetação nas margens apresenta um lodo que não existia, afirmam os moradores. O odor desagradável é sentido até por quem mora na Bicuíba, no Distrito de São João de Viçosa.

Nos últimos dias, o tanque da estação entupiu e alagou toda a área ao redor pelo menos quatro vezes, sendo o rio mais uma vez a vítima. O último transbordamento foi no feriado de Finados. Nem as valetas feitas por funcionários da Cesan para dar vazão à água resolveram.

Ainda não se sabe o impacto ambiental causado pelo despejo do esgoto “in natura” no Rio Viçosa, mas a situação preocupa quem convive diariamente com a obra, tida como a solução definitiva para o “Pinicão”. O agricultor Ladislau Zandonadi, proprietário de terreno ao lado, acionou a Prefeitura e o Iema.

“O Instituto alegou não ser prioridade e a Secretaria de Meio Ambiente prometeu tomar providências. Aguardo retorno desde setembro. Já vi a água do rio ficar igual piche”, diz Ladislau. O secretário Municipal, Henrique Lorenção, prometeu entrevista para a Rádio FMZ na próxima segunda.

Nossa reportagem esteve quarta-feira no local. O mau cheiro insuportável dificultou até o andamento da entrevista com o morador. Há também material de construção e matagal próximos à obra.

Entramos em contato por telefone com o técnico de saneamento de esgoto da Cesan em Vitória. Segundo ele, a ETE começa a operar em três meses. Na próxima segunda (20), a Central coletará material para análise, cujos dados são divulgados publicamente a quem interessar.

Ainda de acordo com o técnico, no próximo dia 26 acontecerá uma reunião com o secretário de Obras para liberar a Estação de Tratamento de Esgoto de Venda Nova. A previsão é que os filtros comecem a funcionar ainda neste mês.

Risco de dengue

Como se não bastasse o despejo do esgoto não tratado no Rio Viçosa, a água parada no antigo “Pinicão” representa risco de contaminação pelo mosquito da dengue. Os moradores próximos reclamam da grande quantidade de pernilongos e moscas.

O secretário de Saúde de Venda Nova, Fernando Altoé, disse que a partir da próxima segunda técnicos vão pulverizar a área em volta da antiga estação, em especial os bueiros, para exterminar os mosquitos adultos.

“Nossa maior preocupação nesta época é com a dengue. A água parada no Pinicão é uma porta para o mosquito Aedes Aegypti”, declarou Fernando, acrescentando que esteve nesta quarta com a direção da Cesan para resolver o problema.

Quanto ao lodo formado no “Pinicão” com a transferência da ETE, Fernando informou que será desidratado para reaproveitamento, num experimento do Incaper, o que deve dar fim às larvas de mosquitos em breve.

Confira mais Notícias

Horário de funcionamento nas creches de Venda Nova será ampliado

Cidades

Prefeitura de Venda Nova abre acesso provisório à BR-262 devido à obra em galeira

Cidades

Prefeitura de Venda Nova elabora projeto de lei para regulamentar “hoteizinhos infantis”

Inscrições abertas para castração de cães e gatos em Venda Nova

Cidades

Governo do ES inaugura obras e anuncia novos investimentos em Marechal Floriano

Turismo

Pedra Azul é o segundo local mais acolhedor do Brasil

Emprego

ES cria mais de 34 mil novos postos de trabalho com carteira assinada em 2023

Cidades

Venda Nova intensifica ações contra a dengue