FMZ A Rádio
da Família

Saúde

Projeto Conviver: hidroginástica proporciona saúde e bem-estar para os idosos em Venda Nova

Recentemente, o município de Venda Nova do Imigrante, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e em parceria com uma academia da cidade, conduziu uma pesquisa sobre o impacto das aulas de hidroginástica para frequentadores do Projeto Conviver (Terceira Idade), que contempla 200 idosos. Ao todo foram 148 avaliações, que trazem dados relevantes sobre o impacto dessas atividades na saúde e na qualidade de vida dos participantes.

A parceria já tem 16 anos e prevê 200 vagas por mês (2.400 vagas por ano) para os idosos do projeto mantido pela Prefeitura de Venda Nova. Neste ano, todas as vagas estão sendo preenchidas e tem até fila de espera. Com duração de 1 hora, os moradores frequentam as aulas de hidroginástica duas vezes por semana, em horários diversos. Para participar, a coordenação do “Conviver” solicita apresentação de laudo médico atestando a aptidão para a atividade física. Estima-se que cerca de 8.000 moradores com idade acima de 60 anos tenham participado da hidroginástica na academia que presta o serviço.

Antes de ingressarem nas aulas, 94% entre 130 usuários relataram enfrentar uma variedade de doenças e sintomas físicos e psicológicos. Contudo, os resultados após a prática de hidroginástica surpreenderam, com 93% dos 113 usuários observando melhorias, desde leves até significativas, em seus sintomas preexistentes. Isso destaca a eficácia dessa atividade aquática na promoção da saúde e no tratamento de diversas condições, analisa o educador físico Artur Falqueto, especialista em grupos especiais.

Uma transformação significativa foi observada na medicação utilizada pelos participantes. Cerca de 56% de 96 usuários que responderam afirmaram ter reduzido ou até mesmo abandonado medicamentos, principalmente analgésicos, ansiolíticos e antidepressivos, indicando uma diminuição na dependência de tratamentos tradicionais.

O aposentado Erasmo Minete (74) frequenta a hidroginástica há 14 anos. Ele sofreu um AVC e atribui à atividade física o sucesso da sua recuperação. “Se todo mundo soubesse o quanto é bom! A hidroginástica influenciou muito no organismo, pois não tive sequelas”, conta.

Para Maria Marlene Fiorese (66), a hidroginástica ativa a mente e o corpo. “Faz muita falta quando não tem. As aulas ajudam muito a prevenir osteoporose”, diz. “Eu adoro participar, me sinto muito bem!”, completa o namorado, Adelso Schineider (75), frequentador há 15 anos.

Da piscina para a vida

No âmbito social, a aceitação familiar foi expressiva, com 98% dos 123 usuários afirmando ter excelente ou bom apoio de seus familiares. Entretanto, sugestões foram apontadas para aprimorar a experiência, como a necessidade de mais espaço para guardar pertences e a recomendação para evitar o uso de perfumes antes das atividades aquáticas.

A professora aposentada Izabel Cevolani (64) destaca a importância do contato com as pessoas. “É uma alegria estar junto, a gente fala a mesma língua! Para mim, a hidroginástica é essencial. Não consigo andar normalmente no chão por conta da artrose, mas dentro da piscina faço tudo. Exercício maravilhoso, e o professor consegue nos entender”.

A avaliação da academia que presta o serviço revelou um alto nível de satisfação, com 60% dos 125 usuários destacando um acolhimento excelente. Algumas sugestões foram feitas, incluindo a orientação para tomar uma ducha antes de entrar na piscina e a oferta de mais espaço para guardar pertences.

Quanto ao comprometimento, 98% dos 121 usuários atribuíram a si mesmos um alto nível de responsabilidade em manter uma assiduidade regular nas aulas. Finalmente, a avaliação dos profissionais responsáveis pelas aulas foi positiva, com 67% dos 132 usuários considerando o desempenho dos professores e estagiários como excelente. Sugestões foram feitas, como a oferta de exercícios mais diversificados e uma orientação mais aprimorada por parte dos estagiários.

“Meu grau de satisfação em relação ao projeto é muito alto, porque ele abrange a socialização dos idosos, as partes física e cognitiva. Então é um trabalho bem completo e a gente consegue atingir bons resultados com a hidroginástica”, avalia o professor Artur Falqueto.


Envelhecimento e saúde

Segundo ele, a diferença entre os alunos idosos e os regulares é a necessidade de mais cuidado e adaptação nas aulas de hidroginástica. “Para os idosos, além da intensidade ser um pouquinho mais baixa, a gente tem que focar em trabalho de equilíbrio, porque a coordenação motora é dificultada, se perde com o passar dos anos. O equilíbrio, a destreza e a mobilidade diminuem. Então, a gente faz o trabalho em cima disso. Já os alunos regulares e de outras faixas etárias têm mais facilidade. Você pode aumentar a intensidade do exercício que eles vão conseguir fazer”.

Ainda de acordo com Falqueto, os dados da última avaliação são importantes tanto para os profissionais de educação física da academia quanto para a Prefeitura de Venda Nova, pois “conseguem mensurar o que a gente conseguiu melhorar nos alunos, como a diminuição de medicamentos e a melhora do condicionamento físico”.

A pesquisa destaca a importância de iniciativas como o projeto “Conviver” na promoção da saúde e do bem-estar em comunidades locais. “Dentro das ações da Secretaria Municipal de Assistência Social, a hidroginástica tem um papel muito importante, junto a outras oficinas ofertadas, como pilates, teatro, dança italiana e ginástica ao ar livre. Isso leva os idosos a ter um ganho de sociabilidade e de autonomia e a saírem da rotina, conhecendo novas pessoas, ambientes e viajando juntos”, diz.

O prefeito de Venda Nova, Paulinho Mineti, destaca que o Conviver é um projeto importantíssimo para a comunidade e comemora os resultados da hidroginástica. “Cada vez mais vamos investir na saúde, porque saúde é investimento, e não gasto, principalmente na Terceira Idade”.

Com informações da Prefeitura de Venda Nova.

Confira mais Notícias

Saúde

Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite vai até 14 de junho

Faltas

Alto índice de pacientes faltosos desafia a Secretaria de Saúde de Venda Nova

Saúde

Dia D de vacinação contra Influenza acontece neste sábado (13)

Saúde

Dengue: Brasil tem mais de mil mortes em investigação

Vacinação contra a Dengue amplia faixa etária em Venda Nova

Instituto Nacional de Cardiologia alerta para aumento da obesidade

Dengue

Espírito Santo é referência para ações do Dia D contra dengue neste sábado (02)

Saúde

Venda Nova inicia vacinação contra a Dengue em crianças