FMZ A Rádio
da Família

Qualicafés agrega construção civil

Promovida pela quinta vez consecutiva, a Qualicafés de 2007 acontece paralela ao 1º Salão da Construção das Montanhas Capixabas. Os eventos técnicos começam na próxima quinta-feira, no Centro de Eventos Padre Cleto Caliman, em Venda Nova.

Dentre os cursos, palestras e apresentações, um momento aguardado é a apresentação do “Projeto de Denominação de Origem Controlada para os Cafés das Montanhas do ES” por Evair Vieira de Melo, Jackeline Uliana Donna, Pedro Carnielli e José Anilton Vieira, às 17 horas de quinta-feira.

Já o Salão da Construção, por si só, é uma grande novidade, pois pela primeira vez na região é promovido um evento desta natureza para o setor. Na programação oficial, somente uma palestra é destinada ao tema. No final da tarde de sábado, quem vai falar do uso da arquitetura como ferramenta de resgate cultural e novos oportunidades é o arquiteto Diocélio Graceli, o autor do projeto do Fórum de Venda Nova.

Repercussão

Para o organizador do evento, Ademir Dadalto, a identificação de vários setores de Venda Nova e região com a promoção do Salão da Construção foi quase que imediata. “Por se tratar de uma novidade foi preciso ouvir de perto as carências e as sugestões”, declarou Dadalto.

Ele explica que a intenção é reunir num só espaço a oportunidade de tratar de diferentes temas inerentes ao setor, como meio ambiente, Plano Diretor Urbano, mão-de-obra e outros. “Daremos palestras e mini-cursos, além de promover um intercâmbio comercial. Muitas novidades serão apresentadas, desde profissionais que despontam oferecendo seus serviços até materiais e equipamentos”. Dadalto ressalta que a parceria com o Montanhas Capixabas Convention Bureau e a Prefeitura de Venda Nova foi fundamental para baixar os custos para os expositores.

O empresário Tarcísio Falqueto, há oito anos no mercado da construção civil e mais recente no comércio, disse perceber um grande crescimento no setor e vê com bons olhos um evento como este. “Acredito que será um bom princípio de uma conversa. A construção civil cresce tanto no setor privado e público, tanto na esfera federal, estadual e municipal”.

Falqueto acredita que o Salão será uma grande vitrine para Venda Nova e região mostrar o seu potencial em prestação de serviços, abrindo novas oportunidades de negócios e parcerias. “Têm muitos profissionais experientes e recentes no mercado, além dos recém-formados”.

Projeto 500

Durante o evento será lançado o Projeto 500, numa parceria do Senai e Findes, que prevê a qualificação da mão-de-obra. Para Falqueto, o projeto vem num ótimo momento, pois há muita demanda de mão-de-obra qualificada, atualmente insuficiente. “A área de acabamento é a mais carente. Aconselho um incentivo para as mulheres ingressarem na atividade, pois pela minha experiência, elas são excelentes neste tipo de serviço”.

Num cálculo superficial, Falqueto acredita que existam cerca de 100 obras em andamento em Venda Nova, dentre edificações, reformas e ampliações. “Tem muito pedreiro trabalhando depois do horário de expediente e nos feriados e finais de semana para atender à demanda e também melhorar a renda”. Ele espera que os cursos lancem mais profissionais e melhorem os que já estão no mercado.

* Fonte: Jornal Folha da Terra

Confira mais Notícias

Corpo de Bombeiros do ES envia terceira equipe para Rio Grande do Sul

Turismo

Setur lança Mapa do Turismo 2024: novos critérios e desafios para municípios

Tragédia

Jovem de Venda Nova morre afogado em cachoeira em Goiás

Obras

Governo do ES edital para obras de reabilitação de rodovia em Domingos Martins

Confira a programação cívica do 36º aniversário de Venda Nova do Imigrante

Estadual

Governo anuncia reajuste linear de 4,5% no salário dos servidores do Executivo Estadual

Atenção!

Últimos dias para produtor rural solicitar bloco de notas eletrônicos

Justiça

TRE-ES e TJES inauguram em Brejetuba o primeiro Ponto de Inclusão Digital do ES