FMZ A RÁDIO DA FAMÍLIA

Home Notícias Polícia

Polícia

03.03.2021


PC de Venda Nova conclui inquérito sobre acidente que vitimou o jovem Diego Berude

Investigações comprovaram que a condutora do veículo, que atingiu a vítima, fez uso de bebida alcoólica antes da colisão

 

 

 

 

Nesta quarta-feira (03), a Polícia Civil do Estado do Espírito Santo, através da Delegacia Especializada em Infrações Penais Outras - DIPO de Venda Nova do Imigrante, concluiu as investigações sobre o acidente automobilístico que culminou na morte do jovem Diego Berude Alves, 23 anos, na rodovia Pedro Cola, no último dia 21 de janeiro.

 

Os investigadores da DIPO constataram que a mulher de 45 anos, condutora do veículo FORD/ECOSPORT que invadiu a contramão de direção e colidiu contra a HONDA/BIZ das vítimas,  fez uso de bebida alcoólica em dois estabelecimentos distintos, algumas horas antes do acidente.

 

Segundo a Polícia Civil, câmeras de monitoramento dos estabelecimentos demonstram a indiciada, na companhia do namorado, um homem de 40 anos, ingerindo cerveja.

 

“As investigações demandaram técnica e perspicácia dos policiais civis envolvidos, visto que a indiciada não havia sido submetida ao teste do etilômetro (bafômetro) no dia e local dos fatos, o que exigiu ação rápida e direcionada no sentido de descobrirmos quais foram os passos da indiciada nas horas que antecederam o crime e, dessa forma, obtivemos a cronologia reversa dos fatos e buscamos todos os elementos probatórios de que a indiciada consumiu bebida alcoólica e conduziu veículo automotor, em seguida, ocasionando o acidente que provocou a morte da vítima e lesões corporais graves na esposa dele”, explicou o delegado Bruno Alves Rodrigues.

 

A indiciada se ausentou do local do acidente e somente se apresentou na Delegacia Regional de Polícia Civil quatro dias após os fatos, acompanhada de seu advogado, ocasião em que prestou declarações e foi liberada, visto que, em se tratando de crime, em tese, culposo, não há previsão de prisão cautelar na legislação. A indiciada, em seu interrogatório, negou haver ingerido bebida alcoólica ou outras drogas no dia dos fatos, todavia, a investigação comprovou que a indiciada mentiu.

 

O laudo pericial de local concluiu que o veículo conduzido pela indiciada invadiu a contramão de direção, colidiu contra o veículo das vítimas e ocasionou a morte de uma e lesões corporais graves na outra. A vítima que sobreviveu ficou internada aproximadamente 30 dias e segue em tratamento médico, com muitas sequelas. O laudo ainda constatou a presença de um isopor porta latas e uma lata de cerveja consumida, no interior do veículo. Através das imagens das câmeras, foi possível constatar que o objeto localizado no veículo possui características idênticas à uma lata de cerveja que a indiciada adquiriu em um estabelecimento no distrito de Pedra Azul, onde esteve horas antes.

 

O inquérito policial será remetido ao Ministério Público com o indiciamento por três crimes previstos no Código de Trânsito Brasileiro, ou seja, homicídio culposo qualificado, lesão corporal grave qualificada e abandono do local do acidente. As penas podem chegar a 14 anos de reclusão.

 

“A conclusão dos trabalhos investigativos permite-nos prestar contas às famílias das vítimas e à sociedade local, com sentimento do dever cumprido em fornecer elementos robustos para o trabalho do Ministério Público e Poder Judiciário, para a responsabilização criminal nos limites que a lei estabelece. Reconhecemos e parabenizamos todos os policiais civis envolvidos pelo excelente trabalho levado a efeito", concluiu o delegado.

 

Com informações da Polícia Civil.

 

 

 

Comentários Facebook


 

 


Facebook


Twitter


Clima

(28) 3546-3068

radiofmz@radiofmz.com.br

 

Av. Ângelo Altoé, 886 - Ed. Esmig - Sala 01 - Centro - CEP - 29375-000 - Venda Nova do Imigrante (ES)


© Rádio FMZ. Todos os direitos reservados.

Produção - Cadetudo Soluções Web