FMZ A RÁDIO DA FAMÍLIA

Home Notícias Polícia

Polícia

19.03.2021


Operação Carga Pesada mira organizações criminosas que já furtaram mais de 300 caminhões no ES

Os alvos da operação desta sexta-feira são indivíduos investigados por agirem diretamente no furto dos veículos

 

 

 

 

A Polícia Civil deflagrou, nas primeiras horas desta sexta-feira (19), a Operação Carga Pesada, com o objetivo de prender integrantes de grupos criminosos que atuam no furto, revenda e desmanche de caminhões, em diversos municípios do território capixaba. A ação resultou na prisão de três suspeitos com mandados de prisão em aberto, além  do cumprimento de 16 mandados de busca e apreensão nos municípios de Cariacica, Serra, Fundão e Castelo.

 

Ao todo, 109 policiais atuaram nas diligências, que reuniram equipes de várias delegacias e também da Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os alvos da operação desta sexta-feira são indivíduos investigados por agirem diretamente no furto dos veículos.

 

“Esta é uma investigação minuciosa e desenvolvida ao longo de 16 meses, pelo delegado Geraldo Peçanha e sua equipe. Foram 485 dias de investigação, que resultaram nas prisões de hoje e ainda terão continuidade”, afirmou o delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda.

 

Investigação

Em 30 de novembro de 2019, a Delegacia Especializada de Investigações Criminais (DEIC) de Venda Nova do Imigrante iniciou uma investigação sobre o furto de um caminhão. Então titular da unidade, o delegado Geraldo Peçanha e sua equipe de investigação constataram que aquela não era uma ação criminosa isolada, mas estava relacionada a outros crimes, registrados em localidades distintas.

 

“Com o aprofundamento das investigações e cruzamento de informações, chegamos a três grupos criminosos distintos, que agem em diversos municípios do Espírito Santo. Dois dos grupos são especializados em furtos de caminhões e carretas, e agem conjuntamente. O terceiro, que acabou sendo identificado no decorrer da investigação, age sozinho e furta também caminhonetes de grande porte”, explicou o delegado.

 

O levantamento aponta que, de 01 de janeiro de 2020 até essa quarta-feira (17), os três grupos furtaram 303 veículos de carga em território capixaba, entre caminhões caçamba, de carroceria, pipa, munck, carretas e caminhonetes. Aproximadamente 30% dos veículos foram recuperados no decorrer das investigações.

 

Em alguns casos, os veículos eram encaminhados para desmanche, com o objetivo de revenda das peças. Em outros, eram ‘encomendados’, ou seja, os modelos eram escolhidos especificamente para atender a um comprador. Também houve ocasiões em que os suspeitos pediram resgate aos proprietários, chegando a exigir até R$ 25 mil para devolver o caminhão furtado. A investigação também identificou tentativa de revenda dos veículos, inclusive fora do Espírito Santo.

 

As investigações ainda seguem em andamento, com o objetivo de identificar receptadores, adulteradores e outros envolvidos no esquema criminoso. Os detidos foram encaminhados ao Centro de Triagem de Viana, onde permanecerão à disposição da Justiça

 

 

 

Comentários Facebook


 

 


Facebook


Twitter


Clima

(28) 3546-3068

radiofmz@radiofmz.com.br

 

Av. Ângelo Altoé, 886 - Ed. Esmig - Sala 01 - Centro - CEP - 29375-000 - Venda Nova do Imigrante (ES)


© Rádio FMZ. Todos os direitos reservados.

Produção - Cadetudo Soluções Web