FMZ A RÁDIO DA FAMÍLIA

Home Notícias Esporte

Esporte

15.05.2021


Atleta vendanovense toma vacina da Covid-19 e se prepara para as Olimpíadas de Tóquio

Luiza Fiorese, do vôlei paralímpico, foi a primeira capixaba a ser vacinada; a cada atleta vacinado, o Comitê Olímpico Internacional-COI destinará duas doses ao Sistema Único de Saúde (SUS)

 

 

 

 

Começou na última sexta-feira (14) a vacinação de atletas brasileiros que vão disputar os jogos olímpicos e paralímpicos de Tóquio, e a primeira capixaba vacinada foi a vendanovense Luiza Fiorese. Ela é atleta do vôlei paralímpico, modalidade que busca o primeiro ouro em uma olimpíada.

 

No Instagram, ela comemorou o momento: "VIVA A VACINA. Que esse momento traga uma pontinha de esperança para toda a população, que a gente entenda que só assim nossa vida vai voltar! Tóquio tá cada dia mais perto". Na publicação, Luiza aparece de máscara, item obrigatório mesmo após a vacinação.

 

Para a reportagem de A Gazeta, Luiza considerou o momento como histórico e mostrou-se otimista. "Dá uma segurança de ver que os Jogos vão de fato acontecer, que as coisas já começaram a se movimentar pra isso, então todo mundo ficou muito feliz com essa oportunidade, além disso, felizes com as doações do COI para o SUS", disse.

 

Como aconteceu com Luiza Fiorese, outros capixabas devem receber o imunizante ao longo dos dias. Ela tem a segunda dose marcada para junho, em São Paulo, antes de viajar para Tóquio. Os Jogos Olímpicos de Tóquio acontecerão entre os dias 23 de julho e 8 de agosto. Os Jogos Paralímpicos têm início em 24 de agosto e terminam em 5 de setembro.

 

Mais vacinas

 

Cerca de 1.800 pessoas devem receber a vacina contra a Covid-19 em seis capitais do Brasil. A vacinação faz parte do Plano Nacional de Imunização (PNI) do governo federal e garante mais de sete mil doses extras à população brasileira. A cada atleta vacinado, duas doses serão doadas ao Sistema Único de Saúde (SUS).

 

A campanha de imunização envolve atletas, paratletas, comissões técnicas e jornalistas, todos credenciados para o embarque rumo aos jogos, que começarão no dia 23 de julho.

 

O primeiro atleta brasileiro a receber a agulhada foi o judoca paralímpico Antônio Tenório. Segundo o Time Brasil, a ação não tem custos para o país, uma vez que os imunizantes foram doados pelo Comitê Olímpico Internacional. As vacinas usadas são das farmacêuticas Sinovac e Pfizer - ambas utilizadas na imunização do público geral.

 

Países com Austrália, Bélgica, Espanha, Alemanha e México também estão vacinando os atletas credenciados. O COI informou que a vacina não é obrigatória para a disputa dos jogos de Tóquio.

 

Fonte: A Gazeta/texto adaptado

 

Foto: Reprodução Instagram

 

 

 

 

Comentários Facebook


 

 


Facebook


Twitter


Clima

(28) 3546-3068

radiofmz@radiofmz.com.br

 

Av. Ângelo Altoé, 886 - Ed. Esmig - Sala 01 - Centro - CEP - 29375-000 - Venda Nova do Imigrante (ES)


© Rádio FMZ. Todos os direitos reservados.

Produção - Cadetudo Soluções Web