FMZ A RÁDIO DA FAMÍLIA

Home Notícias Cidades

Cidades

30.05.2021


Morre o empresário e ex-deputado federal Camilo Cola

Velório será realizado das 12h às 15 horas de hoje, na sede de sua propriedade na Fazenda Pindobas, em Venda Nova

 

 

Redação FMZ

jornalismofmz@gmail.com

 

 

O fundador da Viação Itapemirim, uma das maiores empresas de ônibus rodoviários do país, Camilo Cola, de 97 anos, morreu na noite deste sábado (29). Camilo, que também foi deputado federal, morreu de causas naturais em sua residência, em Cachoeiro de Itapemirim.

 

Nascido na localidade de Pindobas, então município de Castelo, em 26 de julho de 1923, Camilo Cola se alistou no Exército aos 18 anos e integrou o pelotão de combatentes da FEB, que lutou na 2ª Guerra Mundial e entrou para a história após expulsar os alemães de Monte Castello, no Norte da Itália, em 1945. Ao retornar ao Brasil, Camilo conseguiu um empréstimo para comprar seu primeiro caminhão dando início a uma das maiores empresas de transportes do Brasil, a Itapemirim, criada oficialmente em 1953.

 

A Itapemirim, uma década depois de sua fundação, cobria quase toda a malha rodoviária e se destacou por vários feitos, como, por exemplo, a fabricação dos próprios ônibus. O mais marcante foi o Tribus, ônibus de três eixos, algo nada comum nos anos 1970.

 

Camilo também foi produtor rural e deputado federal, eleito de 2006. Mas foi em 1986 que ele formou uma chapa antológica na política capixaba, denominada “Macaca”. Reunia o candidato a governador Gerson Camata, todos do PMDB. Max e Camata foram eleitos, mas Camilo não conseguiu sucesso nas urnas.

 

Na manhã deste domingo, a assessoria da família informou que o corpo de Camilo será velado das 12h às 15h, na sede da sua fazenda em Pindobas, no interior de Venda Nova do Imigrante. O empresário será sepultado ao lado do corpo da sua primeira mulher, Ignez Massad Cola, que morreu em 2008. Camilo era casado, em segundas núpcias, com Maria Luzia Gonçalves Borges e tinha dois filhos, Ana Maria Cola e Camilo Cola Filho.

 

Manifestações e homenagens

O prefeito de Venda Nova do Imigrante, Paulinho Minetti, manifestou pesar pela morte de Camilo e, também, agradeceu pelas ações do veterano. "Este domingo amanheceu com a triste notícia do falecimento do comendador, empresário e político, Camilo Cola. Até seus últimos dias ele esteve aqui presente, sempre querendo contribuir com nossa comunidade. Seu legado e sua força continuarão vivos nos inspirando. Nossos sentimentos aos familiares e amigos", postou Paulinho em suas redes sociais. 

 

O governador do Estado, Renato Casagrande, decretou luto oficial por três dias no Espírito Santo. "Recebi com pesar a notícia do falecimento de Camilo Cola, ex-combatente, apaixonado pela política e, sobretudo, um dos maiores empreendedores do Brasil, que mesmo com o avançar da idade sempre fez planos para o futuro. Em homenagem, decretarei luto oficial por três dias no ES", comunicou Casagrande. 

 

Por meio de sua conta no Twitter, o Presidente da República, Jair Bolsonaro, homenageou o capixaba. "Nos deixou no dia de ontem, o veterano da Segunda Guerra Mundial, Camilo Cola. Dentre seus feitos a participação na tomada de Monte Castelo. Obrigado por garantir nossa liberdade na luta contra o nazismo e fascismo", escreveu o Presidente.

 

Camilo Cola com sua esposa, Ignez Massad Cola.

 

 

 

Comentários Facebook


 

 


Facebook


Twitter


Clima

(28) 3546-3068

radiofmz@radiofmz.com.br

 

Av. Ângelo Altoé, 886 - Ed. Esmig - Sala 01 - Centro - CEP - 29375-000 - Venda Nova do Imigrante (ES)


© Rádio FMZ. Todos os direitos reservados.

Produção - Cadetudo Soluções Web