FMZ A RÁDIO DA FAMÍLIA

Home Notícias Cidades

Cidades

01.09.2021


Brasil vence italianas e vai invicto às semifinais do vôlei sentado

 

 

 

 

Classificado para as semifinais das Paralimpíadas, o Brasil venceu a Itália por 3 sets a 1 (23/25, 25/17, 25/16 e 25/21), pela última rodada da primeira fase do torneio feminino de vôlei sentado. Com isso, a seleção chega invicta às semifinais. A adversária será Estados Unidos ou a equipe do Comitê Paralímpico Russo, que jogam às 6h30 (de Brasília). A equipe que vencer avança de fase e se põe no caminho brasileiro pela vaga à decisão. As duas semifinais serão na sexta-feira, às 6h30 e às 8h30.

 

As brasileiras enfrentaram, nesta terça, uma equipe treinada por um brasileiro campeão olímpico no vôlei. É o ex-jogador Amauri, ouro em Barcelona 1992 e prata em Los Angeles 1984. Ele comanda a Itália no vôlei sentado desde 2018.

 

As brasileiras tinham vencido os dois primeiros jogos (3 a 2 sobre o Canadá e 3 a 0 sobre o Japão) enquanto as italianas tinha derrotado as japonesas na estreia (3 a 0) e perdido para as canadenses (3 a 1).

 

A modalidade é disputada por jogadores com alguma deficiência física ou relacionada à locomoção. A altura da rede, no feminino, é de 1,05m - entre os homens é de 1,15m. A quadra mede 10m de comprimento por 6m de largura.

 

O jogo

O Brasil começou o set com muito erros - foram cinco de saque - até a Itália abrir 14/11. Num bloqueio de Jani e após um ataque para fora de Battaglia e um toque na rede de Aringhieri, as brasileiras reassumiram a liderança do placar (16/15). Um ace de Nathalie deixou a seleção com três de vantagem (20/17). As europeias encostaram (21/20). E igualaram depois de um erro de Pâmela (23/23). A Itália pressionou e saiu com a vitória no primeiro set: 25/23.

 

Melhor no saque, a seleção brasileira impôs 7/4. Mais forte no bloqueio - fundamento em que Adria fez três pontos e Duda, um na segunda parcial - o Brasil chegou facilmente a 16/7. No saque de Pâmela - melhor sacadora da competição - as brasileiras ampliaram para 21/13. No fim, 25/17 e tudo igual na partida: 1 set a 1.

 

O time do técnico José Dantas fez 3/0 no terceiro set, depois 8/5, mas a Itália reagiu, ficando um ponto atrás (8/7). Cinco pontos seguidos deram à seleção vantagem de 13/7. A diferença de pontos foi suficiente. Numa paralela no fundo de Camila, a virada brasileira (25/16).

 

A quarta parcial começou com equilíbrio e igualdade de pontos. As brasileiras impuseram dois à frente (9/7), só que as italianas viraram (10/7) graças ao saque de Ceccatelli. A seleção voltou a ter dois pontos de liderança (13/11) num contra-ataque de Camila. E, rapidamente, ampliou para 16/11. Foi só garantir a vantagem para ir invicta às semifinais. No ataque de meio de Jani, 25/21.

 

Com informações do Globo Esporte.

 

 

 

Comentários Facebook


 

 


Facebook


Twitter


Clima

(28) 3546-3068

radiofmz@radiofmz.com.br

 

Av. Ângelo Altoé, 886 - Ed. Esmig - Sala 01 - Centro - CEP - 29375-000 - Venda Nova do Imigrante (ES)


© Rádio FMZ. Todos os direitos reservados.

Produção - Cadetudo Soluções Web