FMZ A Rádio
da Família

Convention Bureau das Montanhas

Representantes do setor público dos municípios instituidores do Convention Bureau das Montanhas se reuniram hoje pela manhã, em Venda Nova, para elaborar o Plano de Ação 2007. Num primeiro momento, o grupo pretende estruturar a entidade física e financeiramente, além de preparar um banco de dados sobre a região.

Fazem parte do Convention Brejetuba, Castelo, Conceição, Domingos Martins, Marechal Floriano, Vargem Alta e Venda Nova. A entidade foi criada em 25 de maio de 2006 a partir da união dos setores público e privado destes municípios.

Depois de cumprirem a primeira etapa, a próxima são a promoção e a captação de eventos, gerando fluxo menos sazonal nas montanhas. Segundo dados da Embratur, no Brasil apenas 19 Conventions são candidatos a sediar eventos internacionais e 30, nacionais.

A gestão turística através de Convention Bureau surgiu na Inglaterra no final do século 20. No Brasil, o primeiro foi fundado em 83, em São Paulo, e hoje existem 49 em praticamente todos os Estados, com associados entre hoteleiros, donos de resorts e restaurantes. No Espírito Santo existem organizações em Vitória e Guarapari.

Modelo considerado exemplar no mercado de turismo, a união pelo interesse comum é vista de forma positiva pelos envolvidos. Para o secretário de Turismo de Vargem Alta, Elias Abreu de Oliveira, o “Maninho”, é o caminho para divulgar a região como um todo. Ele cita que, em fevereiro, será publicado um mapa da região com apoio do Sebrae.

Lúcia Ambrozim, secretária em Castelo, tem a mesma opinião. Diz que as montanhas capixabas são um ícone turístico do Estado e que, agora, passa a possuir mais uma importante ferramenta de desenvolvimento conjunto.

Na próxima semana, a reunião será com o setor privado, representado por donos de hotéis e restaurantes. Um dos assuntos em pauta, segundo Marco Grillo, um dos articuladores do Convention, será o “room tax”. É uma taxa de turismo paga junto com a hospedagem, destinada às ações da entidade. Não é obrigatória, mas é uma das formas de angariar recursos neste modelo turístico.

* Por Leandro Fidelis

*Publicada em 12/01/2007

Confira mais Notícias

Atrativos para toda a família nas montanhas capixabas durante as férias

Escaladas ao topo do Forno Grande devem ser marcadas no portal Agenda ES

Turismo capixaba cresce e se destaca pela criação de novos empregos

Visitação ao Bosque das Cerejeiras em Pedra Azul é cancelada

RuralturES 2022 terá espaço para exposições ampliado em 40%

Roteiro Agroturismo, no Espírito Santo, é o último a ser validado pelo Ministério do Turismo

Espírito Santo tem quarto melhor crescimento no Índice de Atividades Turísticas

Conselho Municipal de Turismo de Venda Nova toma posse e elege presidência